A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Desestatização e Parcerias, lançou em março de 2017 o maior programa de concessões da história da cidade, o Plano Municipal de Desestatização. Este plano prevê a realização de concessões, privatizações e parcerias-público privadas, como forma de desonerar os cofres públicos da prestação de serviços não essenciais e permitir que a Prefeitura de São Paulo concentre esforços e investimentos em áreas como saúde, educação, habitação, mobilidade, assistência social e segurança.

Dezenas de potenciais ativos e serviços foram mapeados como alvos de desestatização, mas a cidade trabalha com alguns projetos prioritários, como a concessão de parques urbanos, de mercados municipais, do Complexo Pacaembu, do Complexo Anhembi, dos ativos imobiliários, entre outros.

A SP Negócios é responsável pela prospecção de mercado para os projetos prioritários, ou seja, pela aferição de interesse de principais stakeholders investidores relevantes para cada projeto em participar das concessões municipais. Além disso, exerce o importante papel de apresentar ao mercado as principais oportunidades de negócios e investimentos na cidade e ser a porta de entrada para empresas e investidores nacionais e internacionais que tenham interesse nos projetos de desestatização.

Para saber mais sobre o Plano Municipal de Desestatização, acesse: Doing Business.

E assista o vídeo que fala mais sobre o projeto: