SP Negócios promove reuniões com investidores para Pacaembu, Parques e Mercado Santo Amaro

A SP Negócios – agência de promoção de investimentos e exportações do município de São Paulo -- realizará novas reuniões com investidores potencialmente interessados nos projetos de concessão do Pacaembu, Parques Municipais (como o Ibirapuera e outros) e Mercado de Santo Amaro, respectivamente, nos próximos dias 25, 28 e 29 de junho.

Estádio do Pacaembu, um dos ativos do Plano de Desestatização: reunião com investidores na SP Negócios
Estádio do Pacaembu, um dos ativos do Plano de Desestatização

Os três projetos já têm editais publicados e os novos encontros serão realizados com o objetivo de tirar as últimas dúvidas dos grupos interessados. Os investidores serão recebidos na sede pelas equipes da SP Negócios, SP Parcerias e Secretaria de Desestatização.

O Complexo do Pacaembu adotou modelo de licitação internacional. A outorga mínima será de R$ 36 milhões, por período de 35 anos de concessão. Os ganhos estimados pelo município no período de gestão pela iniciativa privada são de cerca de R$ 400 milhões, o que inclui investimentos, outorga, desoneração e ISS. Em 2017, o Pacaembu gerou receita de R$ 2,46 milhões e gastos de R$ 8,3 milhões à Prefeitura.

Os Parques Municipais (seis, no total, incluindo o Ibirapuera) também serão concedidos por concorrência internacional e por 35 anos. Os ganhos para o município são calculados em R$ 1,6 bilhão no período. São esperados mais de R$ 100 milhões em investimentos somente para o Ibirapuera.

Para o Mercado Municipal de Santo Amaro, haverá concorrência nacional para concessão por 25 anos pelo maior valor de outorga fixa anual, a ser paga para a Prefeitura, no valor mínimo mensal de R$ 458 mil/ano (ou R$ 11 milhões no total). O total de ganhos do município com a concessão é estimado em R$ 34 milhões, incluindo investimentos, outorga e ISS.